Há que endurecer-se, mas sem jamais perder a “FOFURA”

FOFURA

Anúncios

3 comentários em “Há que endurecer-se, mas sem jamais perder a “FOFURA”

  1. Débora Gonçalves disse:

    Deve ser São Paulino… KKK!

  2. Clara Beasley disse:

    “Sempre fiz trabalhos voluntários, desde que morava no Sul. Comecei a fazer os quadros como hobby e depois eu tive a ideia de fazer um leilão com eles. No total, são 100 quadros de todos os tipos, tamanhos e para todas as idades. Acho importante querer ajudar ao próximo, penso que todos os ex-BBBs deveriam usar sua imagem para promover eventos beneficentes, mas poucos fazem isso”, comentou.Envolvida durante nove meses no projeto, Francine não precisou da ajuda de nenhum professor ou curso, ela aprendeu tudo sozinha, usando “a alegria como inspiração”.“Havia noites que eu não tinha nenhum compromisso e comecei a fazer os quadros. No início, eram 3 por noite, depois eu fui me empolgado e fazia 7 quadros, passava a madrugada toda criando. Para mim, isso é uma grande terapia. Nunca fiz curso de pintura, aprendi tudo com as minhas ideias, mas confesso que errei vários quadros e estraguei muito material”, destacou ela, que chegou a perder, temporariamente, a sensibilidade de um dos dedos por conta de uma queimadura com cola quente.

  3. Tenha coragem, e comece hoje mesmo! Não espere chegar segunda-feira porque até lá você perderá 4 dias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s